link href='data:image/x-icon;base64 Blog do Fantasma - Notícias: Uma derrota difícil de explicar


Operário perde em casa para o Nacional, que venceu a 1ª no Estadual, por 1 a 0; derrota tira o Fantasma da briga pelo título do returno
 
Leonardo Sigari Zanon não marcou pênalti
após o empurrão do Cristian sobre o atacante Paulo Sérgio
Diante de 3,5 mil torcedores, o Operário Ferroviário conseguiu uma proeza que parecia impossível no Campeonato Paranaense 2013: jogando no Estádio Germano Krüger, o Fantasma de Vila Oficinas perdeu para o Nacional de Rolândia por 1 a 0 neste domingo e deu adeus às chances de título do 2° turno no Estadual. O time do Norte, que fez a festa em Ponta Grossa, não tinha até então sentido o gosto de vitória nas 19 rodadas anteriores do torneio – tinha marcado apenas um gol como visitante e somado só dois pontos em todo o Paranaense.
 
O jogo, válido pela 9ª rodada do returno, foi marcado pela irritação da torcida ponta-grossense. Os jogadores do Operário e o trio de arbitragem não escaparam da ira dos alvinegros após o apito final e, por isso, precisaram ser escoltados pela Polícia Militar até os vestiários. Leonardo Sigari Zanon, que apitou o duelo em Vila Oficinas, deixou de marcar um pênalti claro sobre Paulo Sérgio na metade do 2° tempo; por outro lado, dois jogadores do Fantasma - Edimar e Alex Cazumba, em lances desnecessários - saíram de campo expulsos, enquanto os demais abusaram do direito de perder gols durante os 90 minutos.
 
--> Leia na íntegra: Diário dos Campos

0 Responses so far.