link href='data:image/x-icon;base64 Blog do Fantasma - Notícias: Fevereiro 2013


Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 28/02/2013 às 09h31min

Os jornalistas Felipe Gustavo, do Jornal da Manhã e Rádio CBN, e Thiago Terada, do JM e do Portal Futebol Paranaense, foram ameaçados e intimidados enquanto acompanhavam o treino do Operário Ferroviário realizado na tarde de ontem na Kurashiki. Os autores da truculência são o diretor Pedro Henrique Poitevin, membro da LA Sports, e o segurança identificado como ‘Fabão’. Além das atitudes ríspidas, eles obrigaram Thiago a deletar as fotos que tinham sido feitas durante o treinamento. A atitude covarde demonstra a incapacidade das pessoas que estão à frente de um dos principais times do interior do Paraná, que é o Operário.

Os jornalistas estavam acompanhando as atividades do clube, quando o lateral esquerdo Fabinho e o volante Jacio bateram boca e entraram em luta corporal. Thiago registrou em fotos o momento da briga, mas, ao perceberem o ato, o diretor da LA Sports e o segurança da empresa obrigaram o fotógrafo a apagar cada um dos registros feitos.

Diante da recusa do jornalista, ‘Fabão’ ameaçou quebrar o equipamento usado por Thiago, enquanto Pedro Henrique Poitevin declarou que não deixaria a equipe do JM trabalhar em qualquer atividade do Operário daqui para frente. “Tomarei a medida de impedir vocês de trabalhar aqui”, disse o diretor.

O segurança, por mais de uma vez, tentou puxar a máquina do fotógrafo que, depois das ameaças, apagou o material.

Os jornalistas acompanhavam as atividades para registrar a confirmação do atacante Paulo Sérgio e do goleiro Carlos no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Os dois atletas estão aptos a atuar pelo Fantasma no Campeonato Paranaense. O centroavante será titular na partida contra o Atlético-PR, sábado, às 15h30, no Janguito Malucelli.

A direção do Jornal da Manhã irá às últimas conseqüências para punir os envolvidos na agressão, buscando ainda ressarcimento pela perda do material fotográfico. Além de outros eventuais danos morais e materiais.

O diretor Pedro Henrique Poitevin e a assessoria do clube foram procurados, mas não se posicionaram sobre o assunto.

Confira as fotos

Fonte Jornal de Manhã - Mário Martins

Próximo jogo

Postado por Elisete XNS às 06:17 0 Comments




Por Geraldo Bubniak, Futebol Parananense - publicado em 27/02/2013 às 09h39min

De auxiliar técnico de Lio Evaristo, Paulo Foiani agora vai comandar o Operário Ferroviário interinamente e o primeiro desafio na nova função é encarar a dupla atletiba.

Neste sábado, tem o Atlético pela frente, às 15h30, no Eco Estádio Janguito Malucelli, em Curitiba. Depois do rubro-negro, o Fantasma abre o returno contra o Coritiba, no Alto da Glória.“Recebi o convite do Lio para ser o auxiliar e as coisas aconteceram muito rapidamente e agora estou como técnico do Operário.

Espero encarar esse desafio e realizar um bom trabalho para devolver a alegria para a torcida. Enfrentar os grandes da capital é difícil, mas estimulante. O time passa por um momento delicado, mas o grupo tem potencial e vamos achar o caminho da vitória”, resumiu Foiani, que deve mudar a disposição tática do time.

Paulo Foiani já tem uma certa intimidade com o Fantasma de Vila Oficinas, já que encerrou a carreira como jogador no clube alvinegro e atuava como volante. Foiani se destacou no Coritiba e depois passou em clubes como o Avaí, Joinville, Hoa Phat do Vietnã, CRB e Icasa. Foi campeão paranaense em 1999 e alagoano em 2009.

Fonte Assessoria de Imprensa


Comunicado foi feito em entrevista coletiva na manhã de ontem; sobre o novo comandante, Paulo Turra já foi sondado e ‘nordestinos’ também podem ser opção para o Operário

Se sentindo ‘triste’, técnico disse
que não conseguiu encontrar o padrão tático
Imagem: Rodrigo Covolan
Por Sebastião Machado Neto, Diário dos Campos – publicado em 27/02/2013

Desta vez é para valer. O técnico do Operário Ferroviário, Lio Evaristo, convocou a imprensa na manhã desta terça-feira para anunciar oficialmente seu desligamento do Fantasma de Vila Oficinas. A coletiva, que aconteceu no Estádio Germano Krüger, marcou o fim de um período que durou quase 13 meses no comando do alvinegro. “A decisão foi minha, foi do Lio Evaristo. Estou deixando o Operário para que o clube e o projeto tenham sucesso. Achei que era o momento de dar uma chacoalhada no grupo”, resumiu o técnico, em sua justificativa.

Lio Evaristo explicou que apesar do desejo da diretoria para sua permanência no clube, ele tomou a decisão após conversar com o filho na noite de segunda-feira. “Ele me perguntou porque eu estava triste, e aí eu percebi que não estava bem para dirigir o time”, destacou. Em seguida, ele comunicou o presidente da LA Sports, Luiz Alberto de Oliveira, e o presidente do Operário, Laurival Pontarollo. “Uma coisa tinha que acontecer com o time, e acabou sendo a saída do Lio. Agora é bola para frente”, disse Pontarollo.

Sobre o time, que amarga a 7ª colocação no Campeonato Paranaense e teve apenas duas vitórias no torneio, o ex-técnico do Operário não se exime da responsabilidade pelos maus resultados. “Foram 10 partidas e infelizmente não consegui dar um padrão tático ao time”, relata. “O motivo principal da saída é o resultado e a parte tática. Trabalhamos para caramba, fizemos o possível, usei tudo que podia, mas a coisa não andou”, disse o entristecido treinador, que comandou o Fantasma em 28 oportunidades, com nove vitórias, 11 empates e oito derrotas.

--> Leia na integra: Site Diário dos Campos


No comando do Operário, Lio Evaristo teve
aproveitamento de 45,2% em 28 jogos
Imagem: Clebert Gustavo
Por Felipe Gustavo, JMNews – publicado em 27/02/2013

Em entrevista coletiva, treinador anunciou sua demissão. Paulo Foiani assume comando interino. Diretoria procura novo treinador, mas não prevê data para anúncio oficial

Após garantir a permanência de Lio Evaristo no comando da equipe, a diretoria do Operário Ferroviário foi surpreendida com o pedido de demissão que partiu do próprio treinador. O anúncio oficial veio através das palavras de Lio, que concedeu entrevista coletiva ontem, no Germano Krüger.

O técnico agradeceu à torcida, jogadores, diretores, imprensa e funcionários do clube. Com franqueza, ele admitiu que os resultados negativos e a falta de um padrão tático durante o primeiro turno do Campeonato Paranaense pesaram na decisão. “O motivo é resultado e a parte tática. Meus times sempre foram taticamente organizados, mas dessa vez eu não consegui. Foi minha culpa. Peço desculpas”, lamentou Lio Evaristo.

O pedido de demissão não pegou toda a diretoria de surpresa. O presidente do clube, Laurival Pontarollo, era a favor da permanência do treinador, mas já imaginava a situação que ocorreu nesta terça-feira.


Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 25/02/2013 às 14h20min

O Operário ficou no empate em 1 a 1 ontem (domingo) contra o Toledo no estádio Germano Krüger. O gol dos mandantes foi marcado aos 11 minutos de jogo numa falta em dois lances de dentro da área. O autor do tento foi o meia Rone Dias. Ele marcou o seu segundo gol com a camisa do Fantasma e entrou para a lista de artilheiros da equipe junto com João Paulo, Cacá e Alex.

Mesmo tendo como principal característica as enfiadas de bola e assistências, Rone Dias ressalta também a importância de estar marcando gols. “Meu primeiro gol foi de cabeça e agora marquei um numa das minhas especialidades que é a bola parada. Fico feliz em poder estar ajudando do Operário. Sou um meia de criação, mas sempre que posso procuro chegar como elemento surpresa e tento chutar bastante a gol”, explicou o camisa 8 da equipe alvinegra.
Sobre o empate diante do Toledo, Rone Dias lamentou as chances desperdiçadas pelo time, que está em sétimo lugar do Campeonato Paranaense com 12 pontos. “Foi mais um jogo que tivemos inúmeras oportunidades, porém, não conseguimos matar a partida. Temos que corrigir isso para melhorar os nossos resultados e consequentemente nossa classificação”, finalizou.

Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 24/02/2013 às 18h18min

No Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, o Operário e Toledo empataram por 1 a 1 neste domingo, pela décima rodada do primeiro turno do Campeonato Paranaense.
O resultado deixa o Fantasma com 12 pontos em 7º na classificação e o TCW vem logo atrás com um ponto a menos. Em cinco jogos em casa o Operário venceu apenas um e o Toleco não venceu nenhuma como visitante.
O Operário saiu na frente em dois lances dentro da área, na cobrança da falta, Rone Dias chutou e a bola desviou na zaga e enganando o goleiro Ney aos 11 min. O Toledo empatou com Safira aproveitando lançamento e tocando na saída do goleiro aos 44 min, ambos no primeiro tempo.

No domingo o Operário visita o Atlético-PR no Ecoestádio Janguito Malucelli e o Toledo recebe o J.Malucelli no 14 de Dezembro.

OPERÁRIO 1 X 1 TOLEDO COLÔNIA WORK
Data: 24/02/13 – Domingo
Local: Estádio Germano Kruger - Ponta Grossa
Horário: 16:00 Horas
Arbitro: Rogério Menon da Silva
Assistentes: Edina Alves Batista e Luiz Paulo Galli

OPERÁRIO: Serginho; Maicon Macedo(Brian), Alex Moraes, Edimar e Alex Cazumba(André Luiz); Adoniran(Jacio), Patrick, Rone Dias e Sandro; Maiquinho e Renatinho
Técnico: Lio Evaristo

TOLEDO: Ney; Marcelo Guerreiro, Alcir, Glauco e Safira; Guego, Eurico, Thiago Almeida e Ferraz(Amaral); Eduardo(Getterson) e Fernández Garcia (Warley).
Técnico: Rogério Perrô

 photo anigiffant29.gif


A Federação Paranaense de Futebol (FPF) divulgou nesta quarta-feira a confirmação das datas e locais dos jogos da 10ª rodada do Campeonato Paranaense, que começa neste sábado com uma partida e será completa no domingo. O jogo entre Operário Ferroviário e Toledo foi homologado para o domingo, às 16 horas, no Estádio Germano Krüger. Na 6ª colocação do Estadual, o Fantasma de Vila Oficinas busca a terceira vitória na competição após derrotar o Nacional por 1 a 0, em Rolândia, no último domingo.

A 10ª rodada vai começar no sábado, com o duelo entre o 4° colocado J. Malucelli diante do vice-líder Londrina, às 15h30, no Estádio Janguito Malucelli. No domingo, destaque para o clássico Atletiba, que acontece às 16 horas no Estádio Couto Pereira e pode dar o título do 1° turno ao Coritiba: para isso, o Coxa precisa vencer seu jogo e torcer por uma derrota do Londrina no sábado, diante do Jotinha. Completam a rodada de domingo as partidas entre Cianorte e Paraná, no Albino Turbay em Cianorte; Paranavaí e Rio Branco, no Valdomiro Wagner em Paranavaí; e Arapongas e Nacional, no Estádio dos Pássaros em Arapongas.
Domingo - 24/02
16:00 horas
OPERÁRIO x Toledo


Goleiro Carlos (ex-Palmeiras) e atacante Paulo Sérgio (ex-Flamengo) foram apresentados ontem pelo clube alvinegro. Atletas aguardam registro para atuarem pelo Fantasma

Paulo Sérgio e Carlos foram apresentados
ontem no Germano Krüger
Por Felipe Gustavo, JM News - publicado em 20 de Fevereiro de 2013, às 00h00min

Após nove rodadas pelo Campeonato Paranaense, o Operário Ferroviário apresentou na tarde de ontem mais dois reforços para a temporada 2013: o atacante Paulo Sérgio (ex-Flamengo) e o goleiro Carlos (ex-Palmeiras).

Paulo Sérgio Luiz de Souza é natural do Rio de Janeiro e foi revelado pelas categorias de base do rubro-negro carioca. O jogador de 23 anos já teve passagens por Figueirense, Náutico e Estoril, de Portugal.

O atacante chega com o objetivo de suprir uma carência no setor ofensivo do Fantasma. Dos dez gols marcados pela equipe na temporada, apenas três foram anotados pelos centroavantes Thiago Augusto e João Paulo.


Equipe alvinegra conquistou vitória suada e voltou para a sexta colocação no Paranaense. Lio Evaristo terá cinco dias para preparar o elenco visando o confronto contra o Toledo


Com dois gols no Campeonato Paranaense,
João Paulo teve mais uma vez a preferência
de Lio Evaristo no ataque
Por Felipe Gustavo, JM News - publicado em 19 de Fevereiro de 2013, às 00h00min

Com o alívio dos três pontos na bagagem, o Operário Ferroviário volta da cidade de Rolândia na sexta colocação do Campeonato Paranaense. O triunfo de 1 a 0 contra o Nacional deixou o Fantasma há cinco pontos do J. Malucelli, equipe que teria hoje a segunda vaga para a Série D. Com a segunda vitória no estadual, o técnico Lio Evaristo busca uma sequência de resultados positivos e planeja ajeitar a equipe durante a primeira semana “livre” para treinamentos.



A partir de agora, o Paranaense terá jogos somente aos finais de semana (com exceção da quarta rodada do segundo turno).



Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 16/02/2013 às 23h23min
 
Pela nona rodada do Campeonato Paranaense o Nacional recebe o Operário neste domingo no Estádio Erick George, em Rolândia, às 16h. Os dois times foram derrotados na rodada passada e buscam a recuperação.

O NAC tem a pior campanha da competição com apenas um pontos em oito jogos e foi derrotado em casa no meio de semana pelo ACP. Já o Fantasma é o 8º com oito pontos e perdeu para o Londrina na última rodada.

O Nacional entrará em campo sem o lateral Cristian e o zagueiro Cesar que receberam o terceiro cartão amarelo e terão que cumprir a suspensão automática. O técnico Richard Malka não divulgou que irá entrar em campo e quer a primeira vitória: "A expectativa é de que a gente consiga a primeira vitória, até para tirar essa pressão de não vencer, mesmo considerando a qualidade do adversário", disse.

No Fantasma, o técnico Lio Evaristo tem problemas para montar o time. O lateral esquerdo Alex Cazumba e o volante Jacio foram expulsos contra o LEC e ficam de fora. O zagueiro Neguete sentiu uma lesão e deve ficar de fora do jogo. O goleiro Silvio e o meia Caca completam o departamento médico. O uruguaio Brian Lugo, teve o nome publicado no BID e poderá estrear. “Temos jogado bem na maioria das partidas, mas a bola parece não entrar e vamos para essa partida respeitando muito o adversário. O fato de estarem em último na tabela não diminui a responsabilidade dos nossos jogadores para esta partida. Estamos focados e precisamos da reação no campeonato”, resumiu o treinador alvinegro.

O último jogo entre os times aconteceu em 2010 em Rolândia e o Operário venceu por 1 a 0.


--> Leia na integra: Site Futebol Paranaense 

Por Sebastião Neto, Diário dos Campos, via Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 16/02/2013 às 01h10min
 
O zagueiro Neguete pode ser mais um desfalque do Operário Ferroviário para a partida deste domingo em Rolândia, diante do Nacional, válida pela 9ª rodada do Campeonato Paranaense. O capitão de Fantasma pode se juntar ao lateral-esquerdo Alex Cazumba e o volante Jacio (suspensos), além do goleiro Silvio (lesionado), que não jogarão a partida de amanhã no norte do Estado. A informação foi confirmada pelo técnico Lio Evaristo, em entrevista coletiva no treinamento desta sexta-feira realizado no Grêmio Kurashiki.

"O Neguete sentiu uma situação no jogo de quarta e deve ficar fora, vamos fazer a dupla de zaga com Alex e Edimar", confirmou o comandante, que ainda destacou que fará a estreia do volante Adoniran entre os titulares. No trabalho de ontem, o alvinegro trabalhou jogadas de contra-ataque e finalização, principalmente com o fraco desempenho ofensivo da equipe ao longo do estadual. "Estamos deixando a desejar nisso [ataque], até porque nosso desempenho da intermediária para trás está muito bom", avalia.

Leia na integra: Site Diário dos Campos


Por Geraldo Bubniak, Futebol Parananense - publicado em 14/02/2013 às 17h51min



A Comissão de Arbitragem da Federação Paranaense de Futebol (FPF) divulgou nesta segunda-feira a escala de arbitragem para os jogos da nona rodada primeiro turno do Campeonato Paranaense.

NACIONAL X OPERÁRIO
Data: 17/02/13 – Domingo
Local: Estádio Municipal Erick Georg - Rolândia
Horário: 16: 00 Horas
Árbitro: Rafael Traci
Assistentes: Antônio Marcos Camargo de Andrade e Everson de Souza

Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 13/02/2013 às 23h54min

O Operário foi derrotado pelo Londrina por 1 a 0 no Estádio Germano Kruger em Ponta Grossa, no complemento da oitava rodada do Campeonato Paranaense.

Com o resultado o Fantasma cai uma colocação na tabela mantendo os oito pontos, já o Tubarão aproveitou o empate de J.Malucelli e Paraná e assumiu a viceliderança com 17 pontos, um a menos que o Coxa.

O jogo foi muito equilibrado, os times buscavam o ataque e tiveram chances de marcar, o Londrina chegou a balançar as redes no primeiro tempo com Weverton, mas o atacante mandou para as redes com a mão e o lance foi anulado. O Operário chegava com perigo mas errava na conclusão à frente do goleiro Danilo, a defesa do LEC jogava bem.

No segundo tempo o jogo pegou fogo, aos 8 min, Alex Cazumba fez falta levou o segundo cartão amarelo e o vermelho. Tubarão com um a mais em campo foi para cima. Mas 12 min depois, o volante Germano fez falta e levou o vermelho, deixando os times iguais em campo. O Fantasma teve chance de marcar com Thiago Augusto mas o goleiro alviceleste apareceu bem. Aos 38min, o zagueiro Dirceu foi ao ataque na cobrança de falta da direita, subiu mais alto que a zaga do Fantasma e cabeceou no canto do goleiro Serginho para garantir a vitória do Tubarão. Já nos acréscimos, Jacio fez falta dura em Weverton e foi expulso de campo deixando o Fantasma com nove.

--> Leia na integra: Site Futebol Paranaense

Por Felipe Gustavo, JM News - publicado em 14 de Fevereiro de 2013, às 00h00min

Após a derrota por 3 a 2 contra o J. Malucelli no último final de semana, o Operário Ferroviário passou por uma semana de alterações extracampo.

Após vestir a camisa do Operário em 2012, Paulo Foiani
assume função na comissão técnica do Fantasma
Após a derrota por 3 a 2 contra o J. Malucelli no último final de semana, o Operário Ferroviário passou por uma semana de alterações extracampo. Depois do revés em Curitiba, o treinador Lio Evaristo pediu demissão durante a entrevista coletiva no Eco Estádio, mas voltou atrás em reunião com dirigentes do clube. Em compensação, dois cargos da comissão técnica passaram por mudanças.


O diretor técnico do Fantasma, Edson Neguinho, e o auxiliar técnico, Fabrício Bento da Cunha, foram dispensados pela diretoria alvinegra. Ambos ocuparam suas funções durante pouco mais de três meses.



Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 12/02/2013 às 23h00min
 
Fechando a rodada da quarta-feira de cinzas, o Operário recebe o Londrina no Estádio Germano Kruger em Ponta Grossa, às 22h, pela oitava rodada do Campeonato Paranaense. O Fantasma busca a reabilitação e o LEC quer manter o embalo.

Na última rodada o Alvinegro de Vila Oficinas perdeu para o J.Malucelli em Curitiba e ocupa a sexta posição na tabela de classificação com oito pontos. Já o Londrina vivo na briga pelo título do primeiro turno é o quarto colocado com 14 pontos, um a menos que J.Malucelli, Coritiba e Paraná. O Alviceleste venceu o Atlético em casa no último jogo e quer a vitória fora de casa para, com uma combinação de resultados, voltar a liderança.

No ano passado os times fizeram bons jogos, em Ponta Grossa o Londrina venceu por 2 a 0 e no jogo do segundo turno em Londrina foi a vez do Operário vencer, 1 a 0 terminou o jogo.

--> Leia na integra: Site Futebol Paranaense

Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 10/02/2013 às 17h31min
 
O Operário continuará com o comando do técnico Lio Evaristo, ele havia pedido demissão na coletiva de imprensa após a derrota para o J.Malucelli mas voltou atrás e segue no comando do Fantasma.

O próximo jogo do Operário é em Ponta Grossa contra o Londrina na quarta-feira e na tabela de classificação o time ocupa sexta colocação com oito pontos, sendo uma vitória, cinco empates e a rodada desta rodada para o Jotinha.

No comando do Fantasma, Lio completou um ano no último dia seis. São 25 jogos com oito vitórias, 10 empates e sete derrotas. Dos 75 pontos disputados, são 34 pontos conquistados e aproveitamento de 45%.

Ele havia anunciado a saída durante entrevista coletiva, concedida após a partida, em Curitiba. "Se o problema era eu, agora não haverá mais problema". Porém neste domingo aconteceu uma reunião e o técnico repensou a decisão e segue no comando do time.

Por Geraldo Bubniak - 10/02/2013 - Site Futebol Paranaense


O Operário não havia perdido até a sétima rodada do Campeonato Paranaense, na tarde
deste sábado o time sofreu um gol aos 48 min do segundo tempo quando empatava a partida com o J.Malucelli, em Curitiba. O time havia marcado o empate minutos antes.

Na classificação o Fantasma é o sexto colocado com oito pontos, sendo uma vitória, cinco empates e uma derrota. Com aproveitamento de 38% dos pontos o time pode perder duas posições no complemento da rodada para Rio Branco e Atlético-PR.

Na coletiva de imprensa após a partida neste sábado, o técnico Lio Evaristo pediu demissão ao vivo, a diretoria não confirmou se o técnico continuará no cargo e disse que irão conversar com o técnico e que ele estava de cabeça quente. Caso seja confirmado a saída, Edson Neguinho deve assumir a equipe por já conhecer o elenco.

No comando do Fantasma foram 25 jogos com oito vitórias, 10 empates e sete derrotas, no dia 6 ele havia completado um ano no cargo.


Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 09/02/2013 às 18h25min

Jogando no Ecoestádio Janguito Malucelli, neste sábado de Carnaval o J.Malucelli venceu o Operário por 3 a 2, pela sétima rodada do Campeonato Paranaense.

Com o resultado o Jotinha assume a liderança do estadual com os mesmos 15 pontos do Coritiba, mas com uma vitória a mais. O Fantasma pelo outro lado segue com oito e perdeu a primeira na competição. Após o jogo o técnico Lio Evaristo pediu demissão no Alvinegro.

Aos 5 min do primeiro tempo, o zagueiro do Fantasma não cortou e Diego Alemão aproveitou para colocar o Jotinha a frente do placar, Potita ampliou aos 19 min após voltar de posição de impedimento. O time de pontagrossense ainda reclamou uma penalidade não marcada pelo árbitro Leandro Hermes.

No segundo tempo o Operário descontou na cobrança de escanteio de Alex Cazumba, Caca de cabeça aos 11 min, manda para as redes. O mesmo meia marcou o gol de empate já aos 44 min, mas o zagueiro Tiago Alencar marcou o gol da vitória do Jotinha aos 48min aproveitando vacilo da zaga alvinegra na cobrança de escanteio na área, o zagueiro chutou forte de primeira da entrada da área.

Na próxima rodada o J.Malucelli recebe o Paraná Clube no Ecoestádio na quarta-feira de cinza a tarde, já o Operário recebe o Londrina no Germano Kruger no mesmo dia às 22h.
 --> Leia na integra: Site Futebol Paranaense

Por Sebastião Neto, Diário dos Campos - publicado em: 09/02/2013 - 00:00
 

Diante do vice-líder, Operário Ferroviário quer dar fim a sina de empates no estadual; duelo diante dos curitibanos acontece às 16h30

Último trabalho antes da partida aconteceu na manhã
de ontem, no Estádio Germano Krüger
Imagem: Rodrigo Covolan
O Operário Ferroviário tem, neste sábado, uma grande chance de mostrar sua força no Campeonato Paranaense 2013. Às 16h30, o Fantasma de Vila Oficinas visita o J. Malucelli no Eco-Estádio Janguito Malucelli, pela 7ª rodada do estadual, e pode tirar o 100% de aproveitamento do time do Parque Barigui em seus domínios. O 'Jotinha' é o vice-líder do estadual com os mesmos 12 pontos do Paraná Clube, mas fica a frente do Tricolor pelo número de vitórias. Já o alvinegro é o 6° com oito pontos ganhos, e precisa da vitória para não perder contato com a zona de classificação à Série D do Campeonato Brasileiro.
Para o jogo em Curitiba, o técnico Lio Evaristo decidiu repetir os 18 relacionados que participaram do jogo diante do Paraná Clube, na quarta-feira: com isso, o meia Rone Dias vai seguir em trabalhos específicos para condicionamento físico, enquanto o goleiro Silvio não se recuperou da lesão na região lombar. "Foi um jogo melhor, mais competitivo [contra o Paraná]. Mas a gente está precisando ter mais tranquilidade com a bola no pé", avalia o comandante, que trabalhou na manhã de ontem movimentações ofensivas e o posicionamento nas saídas de bola e contra-ataques.
 
A repetição dos jogadores relacionados acena para uma permanência de postura e de peças na equipe titular, já que o volante Jacio, uma das surpresas entre os titulares no jogo do meio de semana, agradou Lio. "[O Jacio] teve humildade de esperar o momento certo e está na hora dele jogar. Fez um bom jogo, tem uma pegada diferente, além de ter uma boa marcação e qualidade na saída de bola" explica. A única dúvida deve ser mesmo no ataque, entre Thiago Augusto e João Paulo, que vem se revezando na equipe titular do Fantasma.
 
Quem se mantém no gol alvinegro é Serginho, que substituiu Silvio as pressas na quarta-feira. "Sei da responsabilidade, até porque o Silvio tem feito ótimos jogos.

--> Leia na integra: Site Diário dos Campos


Equipe alvinegra duela contra o J. Malucelli neste sábado, fora de casa, e enfrenta o Londrina na quarta-feira, dentro do Germano Krüger.


Fantasma confirma participação no Paranaense

Por Felipe Gustavo, Jornal da Manhã - publicado em 09 de Fevereiro de 2013, às 00h00min

O Operário Ferroviário tem duas missões importantes nas próximas rodadas do Campeonato Paranaense. A equipe alvinegra encara neste sábado o J. Malucelli, a partir das 16h30, no Eco Estádio. Depois, na quarta-feira de cinzas, pega o Londrina, às 22 horas, dentro do Germano Krüger. Invicto, mas na sexta colocação, o Fantasma busca uma sequência de vitórias dentro do estadual. Os dois próximos adversários aparecem na frente do time de Vila Oficinas na classificação.

Para cumprir a primeira parte de sua meta, o Operário enfrenta um rival que traz boas lembranças aos torcedores de Ponta Grossa. Nas últimas seis partidas contra o J. Malucelli (que levava o nome de Corinthians-PR) foram três vitórias operarianas e três empates. O Fantasma marcou 13 gols e sofreu sete. “Eu estava invicto lá em Curitiba como mandante e sofri uma derrota de 2 a 0 para o Operário. Quase que eu perco o meu emprego”, brinca o treinador Lio Evaristo ao relembrar o ano de 2010, quando comandava o extinto Corinthians-PR.

Três anos depois, do outro lado do campo, Lio Evaristo prepara o Operário para encarar um dos seus ex-clubes. Ontem, na última atividade antes do confronto, o comandante alvinegro priorizou a aproximação entre os jogadores e, também, a bola parada.

Para a partida desta tarde, o treinador não contará com o goleiro Sílvio, lesionado. Em compensação, os meias Cacá e Sandro, que sentiram dores após o jogo contra o Paraná Clube, estão liberados. Rone Dias segue fora da equipe para aprimorar a parte física.

Com isso, Lio relacionou 18 jogadores para a viagem até Curitiba: Serginho e Eder (goleiros); Maicon Macedo, Alex Cazumba e Fabinho (laterais); Alex Moraes, Neguete e Edimar (zagueiros); Jacio, Sidnei, Batista e Adoniran (volantes); Sandro, Cacá, Maiquinho e Pedrinho (meias); João Paulo e Thiago Augusto (atacantes).

No sistema defensivo, o lateral direito Maicon Macedo e o volante Jacio permanecem entre os titulares. “O Jacio tem uma boa marcação e uma excelente saída de bola. Por isso, vamos manter ele”, revela Lio Evaristo.

Mesmo com o retrospecto favorável, o Operário prega respeito ao J. Malucelli. A equipe de Curitiba ocupa a vice-liderança do Paranaense com 12 pontos. “O jogo será difícil. É uma equipe jovem e bem trabalhada. Eles têm gordura para queimar no campeonato e, por isso, não será um jogo de maneira desesperada. Temos que respeitá-los e acreditarmos no nosso potencial técnico”, declara o treinador do Fantasma. Para a partida desta tarde o ‘Jotinha’ não terá o volante Arthur, expulso na vitória contra o Rio Branco.



Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 07/02/2013 às 17h50min

A Comissão de Arbitragem da Federação Paranaense de Futebol (FPF) divulgou nesta quinta-feira a escala de arbitragem para os jogos da sexta rodada primeiro turno do Campeonato Paranaense.




J. MALUCELLI X OPERÁRIO
Data: 09/02/13 – Sábado
Local: Eco Estádio Janguito Malucelli - Curitiba
Horário: 16:30 Horas
Árbitro: Leandro Júnior Hermes
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Márcio Lopes Guerra


Por Sebastião Neto, Diário dos Campos - publicado em 08/02/2013
 
Operário fica no empate pela quinta vez em seis jogos no estadual; contra o Paraná, gol da igualdade saiu aos 42 minutos do 2° tempo

Fantasma saiu mais uma vez na frente, com Alex Moraes,
mas deixou escapar a segunda vitória
Imagem: Fábio Matavelli
A invencibilidade no Campeonato Paranaense 2013 foi mantida, mas o resultado mais uma vez não foi motivo de festa. Nesta quarta-feira, o Operário Ferroviário conquistou o quinto empate em seis jogos no estadual e a distância para a zona de classificação para a Série D do Campeonato Brasileiro aumentou para três pontos. Com a nova igualdade, desta vez em 1 a 1 contra o Paraná Clube, no Estádio Germano Krüger, o sinal de alerta começa a soar mais alto no time 6° colocado no torneio com oito pontos. O próximo duelo da equipe de Ponta Grossa será no sábado, diante do vice-líder J. Malucelli às 16h30, na casa do adversário.



Após a partida, o técnico Lio Evaristo deixou claro que o Fantasma de Vila Oficinas joga em busca da vitória, mas que as circunstâncias do futebol estão complicando o alvinegro ao longo do Paranaense. "Não jogamos para empatar, jogamos para vencer. Infelizmente foi novamente uma situação que vem acontecendo em sequência, e agora é mais uma vez ter que levantar o emocional do jogador, porque não está fácil para eles, nem para o nosso torcedor", explica o comandante, falando sobre o gol de empate sofrido pelo Operário aos 42 minutos do 2° tempo, através do francês Aymen.

Antes do empate, o Fantasma usou a bola parada para abrir o placar: aos 25 minutos da etapa final, Alex Cazumba cruzou na cabeça de Alex Moraes e o zagueiro de 1,94 colocou a bola no fundo da rede, no canto esquerdo do goleiro Luis Carlos. Antes do gol, ainda no 1° tempo, Maicon Veiga fez grande jogada e o lateral-direito Gabriel Marques evitou o gol alvinegro em cima da linha, enquanto o atacante Lusinho chegou a fazer o primeiro do Paraná, mas o lance foi anulado pelo assistente Julio Cesar de Souza.

"Estou chateado com o resultado, o torcedor não merecia, nem os jogadores. Nosso time foi competitivo, foi a cara do Operário, um time de vibração e de determinação nos 90 minutos" disse Lio Evaristo. Entre as mudanças promovidas pelo técnico, as mais importantes foram a entrada de Maicon Macedo na lateral-direita e de Maicon Veiga no ataque, enquanto Edimar foi para o banco de reservas dando lugar a Jacio. Quem sequer foi relacionado para o jogo foi Felipe Correia, titular nos cinco primeiros jogos do alvinegro até então.

Jotinha
Para o jogo diante do J. Malucelli na tarde de amanhã, o Fantasma terá pouco tempo para trabalhar: o time fará apenas um treino, na manhã de hoje, no Estádio Germano Krüger. Às 14 horas, o grupo embarca para Curitiba onde fica concentrado para o duelo frente o time do Parque Barigui. Para o duelo entre Jotinha e Operário, o valor dos ingressos já está definido: R$ 30 com direito a meia-entrada.

Box

Silvio, Cacá e Sandro preocupam DM

Além de ganhar mais um empate para a 'coleção' alvinegra, o Operário Ferroviário ganhou de uma vez só três problemas no Departamento Médico: os meias Cacá e Sandro, que se lesionaram durante o jogo, além do goleiro Silvio, que protagonizou um momento curioso antes da partida. Durante o aquecimento, o arqueiro alvinegro sentiu dores na região lombar e foi substituído às pressas por Serginho, enquanto o jovem Éder, de 20 anos, ficou entre os suplentes.

Para o jogo diante do Jotinha, a situação que mais preocupa é a de Silvio, já que o próprio goleiro afirmou que esta lesão já o incomodava desde a partida contra o Cianorte. No meio-campo, Pedrinho e Edimar substituíram os lesionados no jogo contra o Paraná, mas os jogadores tem boas chances de retornarem a equipe no sábado. Outro que deve voltar ao time é o meia Rone Dias, que não foi relacionado para o jogo contra o Paraná Clube para melhor condicionamento físico.


Autor: Felipe Gustavo, Jornal da Manhã - publicado em 08 de Fevereiro de 2013, às 00h00min


Meia Pedrinho, de 20 anos, fez na quarta-feira, contra o Paraná Clube,
 sua primeira partida oficial com a camisa do Operário Ferroviário
Imagem: Thiago Terada
Na sexta colocação e vindo de empate. Assim como no último final de semana em Paranaguá, o filme do Operário Ferroviário no Campeonato Paranaense se repetiu diante do Paraná Clube. O resultado de 1 a 1 na quarta-feira, dentro do Germano Krüger, deixou o Fantasma com oito pontos, há seis do Coritiba, líder do primeiro turno. Amanhã, os comandados de Lio Evaristo retornam a campo para enfrentar o J. Malucelli, vice-líder, no Eco Estádio, a partir das 16h30. O time de Curitiba tem 100% de aproveitamento jogando dentro de casa no estadual.
 
Contra o Paraná, entre opções e lesões, Lio Evaristo promoveu quatro estreias no Operário. O lateral direito Maicon Macedo fez sua primeira partida como titular da equipe. Além dele, o volante Jacio apareceu como opção do treinador alvinegro.


Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 06/02/2013 às 23h56min

No estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, Operário e Paraná Clube empataram pelo placar de 1 a 1 na noite desta quarta-feira pela sexta rodada do Campeonato Paranaense 2013.

Com o resultado o Operário chegou ao quinto empate em seis jogos e soma oito pontos na tabela de classificação, já o Tricolor perdeu a segunda colocação para o J.Malucelli, ambos tem 12 pontos, dois a menos que o líder, o Coritiba.


A partida começou morna, com as equipes errando passes e travada no meio campo. O Tricolor chegou ao primeiro gol aos 23 min, com Luisinho, mas o árbitro viu impedimento.

No segundo tempo aconteceram os gols, aos 29 minutos, Alex Moraes desviou para as redes paranista colocando o Fantasma na frente do placar. O Tricolor foi atrás do empate e conseguiu aos 43 min, Aymen recebeu de Dudu e Marcou, nos acréscimos Zè Luis, ainda acertou o travessão.

Na próxima rodada, Operário viaja até Curitiba para enfrentar o J.Malucelli e o Paraná recebe o Rio Branco na Vila Capanema.

OPERÁRIO 1 X 1 PARANÁ CLUBE
Data: 06/02/13 – 4ª Feira
Local: Estádio Germano Kruger - Ponta Grossa
Horário: 22:00 Horas
Árbitro: Antônio Denival de Morais
Assistentes: Luiz Henrique de Souza Santos Renesto e Júlio César de Souza

OPERÁRIO: Serginho; Maicon, Alex Moraes, Neguete e Alex Cazumba; Sandro (Edimar), Sidnei, Rone Dias e Cacá (Pedrinho); Maiquinho e João Paulo (Thiago Augusto)
Técnico: Lio Evaristo

PARANÁ: Luís Carlos; Gabriel Marques, Anderson, Alex Alves e Gilton; Zé Luís, Ricardo Conceição, Junior Capixaba (Rubinho) e Wellington (Dudu); Luisinho e Paulo Renê (Aymen)
Técnico: Toninho Cecílio



Imagem: Luciano Mendes
Por Gustavo Dornelles, Redação em Campo – publicado em 07 de fevereiro de 2013

Em jogo válido pela 6ª rodada do Campeonato Paranaense o Operário ficou no empate com o Paraná no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. É o quinto empate do Fantasma na competição. Com o resultado o Alvinegro ocupa a 6ª posição com oito pontos e o Tricolor cai para o 3ª lugar com 12 pontos. Na próxima rodada o OFEC enfrenta o J. Malucelli em Curitiba e o Paraná recebe o Rio Branco. Ambas as equipes seguem invictas.
Primeira etapa movimentada
Com o apoio da torcida o Fantasma começou pressionando o vice líder Paraná com as descidas rápidas do lateral Maicon Macedo. Aos 9 minutos, o meio campo Maiquinho, em jogada rápida, invadiu a grande área, tirou do goleiro mas Gabriel Marques salvou em cima da linha. O Tricolor tentava equilibrar a partida mas esbarrava nos erros de Paulo Renê e na atuação segura da zaga alvinegra. Até a metade da primeira etapa, o OFEC jogava melhor, a partir dai a equipe da capital melhorou e obrigou o goleiro Serginho a realizar boas defesas. O jogo seguiu equilibrado com o Paraná levando pequena vantagem no meio campo.

Tudo igual na segunda etapa
 
Os dois times voltaram para o segundo tempo sem alterações e mais cautelosos que o primeiro tempo. Aos 13 minutos, em boa jogada de Maiquinho, Sandro bateu de fora da área e Luis Carlos realizou excelente defesa. O Tricolor prosseguiu contra atacando e Serginho, substituto de Silvio, operou um milagre aos 16 minutos em chute de Luizinho. No momento em que o Paraná melhorava no jogo, Alex Moraes, cabeçou contra o gol de Luís Carlos e marcou. Operário 1 Paraná 0.
A partir dai o jogo pegou fogo, Toninho Cecílio, modificou a equipe e pôs o Tricolor para cima do Fantasma. Aos 28, o zagueiro Alex Alves chutou de dentro da pequena área e a bola explodiu no travessão. A velocidade de Pedrinho e Maiquinho comandava o contra ataque do OFEC e o Tricolor levava perigo com Aymen e Dudu. Depois de insistir nas jogadas pelas laterais, Aymen não perdoou e aos 43 deixou tudo igual. Operário1x1Paraná.



Público/Renda: 3.323 pagantes/ 3.439 total/ R$ 71.330
Cartões Amarelos: Alex Moraes, Alex Cazumba (Operário), Paulo Renê, Luisinho (Paraná).
 
Gols: Alex Moraes aos 25 minutos do 2º tempo para o Operário. Aymen aos 43 minutos do 2º tempo para o Paraná.


Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense - publicado em 06/02/2013 às 00h45min

Invictos, Operário e Paraná Clube se enfrentam nesta quarta-feira no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa. O jogo válido pela sexta rodada do Paranaense 2013 acontece às 22h. O Fantasma quer a segunda vitória em casa e o Paraná assumir a liderança.


O Alvinegro é o time que mais empatou até aqui, em cinco jogos são quatro empates e uma vitória, somando sete pontos em 6º na classificação. O time ponta-grossense empatou com o Rio Branco no domingo por 2 a 2. O Tricolor ocupa vice liderança com 11 pontos, empatado com o Coritiba com o mesmo número de pontos, perdendo apenas nos critérios de desempate, no último jogo justamente contra o Coxa o resultado foi zero a zero.


O Operário busca o décimo jogo sem derrota e terá modificações, Rone Dias que passou pelo Paraná e vinha sendo titular não foi relacionado para o jogo. Uma outra modificação deve acontecer na lateral com a entrada de Maicon Macedo no lugar de Correia. O técnico Lio Evaristo que comemora um ano no cargo conta com o apoio do torcedor para buscar a vitória.


No Paraná o técnico Toninho Cecílio não conta com o meia Lúcio Flávio e o atacante Neverton que estão suspensos pelo terceiros cartões amarelos. O atacante Reinaldo segue em tratamento no departamento médico e o atacante JJ Morales não teve o contrato regularizado junto a CBF. Por outro lado, o volante Ricardo Conceição volta ao time, após cumprir suspensão.


O último jogo entre os times aconteceu 2011 e terminou empatada em 1 a 1, no histórico são sete vitórias do Paraná contra quatro do Operário e ainda sete empates.


OPERÁRIO X PARANÁ CLUBE
Data: 06/02/13 – 4ª Feira
Local: Estádio Germano Kruger - Ponta Grossa
Horário: 22:00 Horas
Árbitro: Antônio Denival de Morais
Assistentes: Luiz Henrique de Souza Santos Renesto e Júlio César de Souza

OPERÁRIO: Silvio, Maicon Macedo (Correia), Alex Moraes, Neguete e Alex Cazumba; Edimar, Sidnei, Cacá e Sandro; Maiquinho e João Paulo
Técnico: Lio Evaristo


PARANÁ: Luis Carlos; Gabriel Marques, Alex Alves, Anderson e Gilton; Zé Luis, Ricardo Conceição, Wellington e Rubinho; Luisinho e Paulo Renê
Técnico: Toninho Cecílio