link href='data:image/x-icon;base64 Blog do Fantasma - Notícias: Junho 2011


Por Geraldo Bubniak, Futebol Parananense

O Operário realizou na tarde desta quarta-feira um jogo-treino contra o XV de Indaial e venceu por 2 a 0. O jogo preparativo para o Campeonato Brasileiro da Série serviu para o técnico Amilton Oliveira avaliar o elenco para a disputa da competição.

O time teve três caras novas em relação ao time que disputou o Paranaense, Nelinho, George e Cícero.

No primeiro tempo do treino, Amilton Oliveira escalou o time com Felipe; Edson Grilo; Nelinho, João Paulo, George; Zé Leandro, Serginho Paulista, Cícero e Ceará; Mateus e Ícaro. no segundo tempo foram feitas varias alterações. Os gols foram marcados por Matheus e Vinícius Pará.

No sábado o Fantasma volta a campo, contra o Cianorte para outro jogo preparativo para Série D, que inicia dia 17 de julho.

Em primeiro teste depois do começo da temporada, Fantasma utiliza dos recursos técnicos para falta de entrosamento, chuva e frio intenso

Por Emmanuel Fornazari, Net Esporte Clube

O Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) fez sua parte e venceu a frágil equipe do XV de Indaial (SC). No final, o placar marcou dois a zero. O Fantasma manteve o controle do jogo, criou inúmeras chances e não passou nenhum grande susto.

O jogo serviu para o começo do (re)entrosamento da equipe. O time titular teve oito jogadores remanescentes do primeiro semestre. Os novatos mostraram potencial, porém ainda precisam "se aproximar mais, se conhecer melhor", como disse o meia, Cícero, que aparece como o jogador encarregado de atuar na função do ex-operariano, Cambará.

As boas novidades ficaram por conta de dois garotos. O mais conhecido, o atacante Vinicius Pará marcou o segundo gol do Operário já no segundo tempo - o primeiro havia sido feito por Mateus, na primeira etapa. O jovem avante ainda jogou para a fora aquele que seria um lindo gol.

Já o meia canhoto, Maiquinho, chamou a atenção dos torcedores pela velocidade e habilidade. "Quem é esse? Quem é esse?", perguntavam os presentes, que aplaudiram o menino ao final da partida. "Preciso manter o empenho para seguir no time de cima", ponderou o jovem jogador.

Agora o Operário foca os treinamentos para o jogo contra o Cianorte, no sábado, às 15h, no Germano Kruger. Ingressos promocionais até sexta no Quiosque do Shopping Palladium, Secretaria do clube no estádio e na Mottai Motos, em Vila Oficinas por R$ 10 geral e R$ 25 cadeira cativa.

Os titulares do Operário contra o XV de Indaial foram Felipe, Grilo, Nelinho, João Paulo e Geroge; Zé Leandro, Serginho Paulista, Cícero e Ceará; Mateus e Ícaro. Este deve ser também o time que enfrenta o Cianorte.




!!!!


Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense

A venda antecipada de ingressos para o amistoso do próximo sábado, entre Operário e Cianorte, em Ponta Grossa, às 15h, começa na quinta-feira, na cidade onde será realizado o amistoso.

Os ingressos antecipados custam arquibancada geral R$10,00 e arquibancadas cobertas R$25,00. No sábado o valor das arquibancadas será de R$20,00 e cobertas R$ 50,00. Nos dois setores serão vendidos meio ingressos.

Os representantes do Paraná na Série D estreiam no dia 17 de julho.


Diretor do Operário não confirma amistoso, porém rádios de Cianorte já pedem linha para transmissão e comunicação do clube informa partida

Por Emmanuel Fornazari, Net Esporte Clube

A terceira semana de treinamentos do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) começa com a projeção de dois jogos contra equipes de fora de Ponta Grossa.

O primeiro acontece hoje contra o XV de Indaial de Santa Catarina. O confronto será um jogo-treino, às 15h, com portões abertos para a torcida.

No entanto, o jogo mais esperado vai acontecer no final de semana, quando o Fantasma encara o Cianorte, no sábado, também às 15h. Este sim, um amistoso, vai ter entrada cobrada. O preço do ingresso ainda não foi divulgado.

A partida vai servir para a apresentação oficial do elenco para a torcida operariana. "Vamos anunciar os atletas, o nome, para os torcedores irem conhecendo o grupo", conta o diretor técnico, Jair Pereira.

Pereira ainda não confirma que o jogo seja contra o Cianorte. Entretanto, a rádio da cidade que transmite as partidas do Leão do Vale já fez o pedido de linha para a transmissão. Além disso, o twitter da equipe anunciou também o amistoso para o dia 2 de julho, no sábado.

O twitter diz: "O @cianortefutebol realizará um amistoso contra o Operario no dia 2 de julho, em Ponta Grossa".


Hoje, dia 29 de junho, o Operário testa o elenco que vai disputar a Série D do Campeonato Brasileiro. O jogo treino será contra o Indaial, de Santa Catarina, a partir das 15:00 horas no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, e terá os portões abertos.

Informações: site oficial do Operário.


Treinador do Operário afirma que equipe tem chances de subir para a Série C do próximo ano. Mais um reforço deve ser apresentado ainda esta semana

Por Diego Antonelli, JMNews, em 19/6/2011

Daqui a aproximadamente um mês o Operário estreia na Série D do Campeonato Brasileiro contra o Mirassol, fora de casa. E até lá o treinador Amilton Oliveira irá trabalhar com a equipe para que o alvinegro de Vila Oficinas passe à próxima fase da competição e brigue para ser um dos quatro times classificados para a Série C do próximo ano. “Todos os jogadores que vieram já tinham meu respaldo. São atletas que estavam em nosso banco de dados pelas boas performances em campo. E acredito que o time vai se apresentar muito bem neste segundo semestre”, ressalta Amilton.

O técnico do Operário, Amilton Oliveira, revela que equipe deverá realizar doisjogos-treinos no próximo mês

A estreia do Fantasma acontece no dia 17 de julho. Além de Operário e Mirassol, estão no mesmo grupo o Cerâmica (RS), o Cene (MS) e o Oeste (SP). Após as avaliações físicas realizadas ao longo desta semana junto ao curso de Educação Física da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), os atletas já voltaram a treinar com bola. “Fizemos essa avaliação física que irá nos dizer o podemos esperar de cada jogador e como podemos trabalhar para que eles tenham um melhor desempenho”, afirma Amilton.

Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense, em 17/06/2011

O Operário busca um meia armador para fechar o elenco para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. O consultor técnico do Fantasma, Jair Pereira, informa que a comissão técnica estuda um nome para integrar o grupo de jogadores do alvinegro de Vila Oficinas.

“A gente está em busca de um meio-campo com características ofensivas e criativo”, salienta Pereira.

O consultor técnico revela que já foram indicados diversos nomes. “Mas a gente não pode contratar jogador sem a certeza de que vai dar certo, de que vai encaixar na equipe. Hoje nós temos o Ceará com essas características. Mas precisamos de mais um para encerrar o ciclo de contratações”, ressalta Jair Pereira.

Fonte Jornal da Manhã - Diego Antonelli

Após firmar parceria com a instituição, comissão técnica deu início a avaliação física dos jogadores sob o comando de Vinícius Andrade

Por Emmanuel Fornazari, Net Esporte Clube, em 15/06/2011

Após exatamente 30 dias de férias, os jogadores do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) voltaram aos treinamentos, ontem, terça-feira. E pelo menos nesta semana, os atletas não vão ter uma companheira tão presente, como gostam e estão acostumando, a bola.

Os testes físicos realizados na Universidade Estadual Ponta Grossa (UEPG) surgem como uma parceria inédita para atividades de preparação nunca realizadas, desta maneira, no Fantasma.

"Vamos poder ter um controle melhor da situação de cada jogador e assim traçar um cronograma individual para o melhor desenvolvimento", explica o preparador físico do Operário, Vinícius Andrade.

As atividades vão prosseguir até o sexta-feira com diversas avaliações, como resistência, musculatura e percentual de gordura. Após colhidos todos os dados, cada jogador terá um programa específico, também de acordo com a sua posição.

"Cada atleta reage de uma maneira e também é necessário adequar os trabalhos a sua forma de jogo. Para cada posição, podemos desenvolver um trabalho que condiga", comenta o professor da UEPG, Edson Kaminagakura.

Apesar de os trabalhos serem puxados, os jogadores entendem e se mostram satisfeitos pela oportunidade de um maior controle físico. "Foi cansativo, mas vale a pena para um melhor preparo e condições para que joguemos ainda melhor", destaca o meia, Ceará.






Parceria continuada
Além disso, o trabalho com a UEPG tem indicativos de que vai continuar durante toda a Série D. "Com o acompanhamento, vamos poder identificar o momento certo em que um atleta precisa ser poupado, mudar seu programa, para evitarmos lesões", pontua o professor Kaminagakura.

As atividades também aparecem como oportunidade para os alunos terem contato com um trabalho profissional. "Temos poucas vagas de estágio. Este trabalho anima os alunos e dá uma formação ainda melhor. Trouxemos alunos formados aqui, que hoje fazem mestrado na Unesp (Universidade Estadual Paulista) para colaborar com os jogadores e passar experiência aos estudantes".

Ainda não há um acerto, porém há possibilidades de que acadêmicos da Educação Física ganhem oportunidades de estágio no Operário.


Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense, em 15/06/2011


A preparação para a Série D do Campeonato Brasileiro começou oficialmente ontem, para o Operário. Testes de avaliação física dos jogadores do elenco alvinegro abriram os trabalhos com vistas à disputa da quarta divisão nacional.

Sob o comando professor Edson Itary Kaminagakura, com a participação de acadêmicos do curso de Educação Física da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), os jogadores foram submetidos aos primeiros exames físicos integrantes da bateria de testes, que deve se estender até o fim da semana no no Campus Universitário de Uvaranas.

A grande novidade na abertura da preparação física do Operário foi justamente a mudança na estrutura da comissão técnica responsável por este setor. Antonio Marcos Santos Ferreira pediu desligamento do clube ponta-grossense, e Vinícius Andrade, até então seu auxiliar, passo a ser o preparador físico da equipe de Vila Oficinas. Curiosamente, Antonio Marcos foi um dos responsáveis pela parceria firmada entre o clube e a UEPG, para a realização dos exames físicos dos jogadores. Antonio Marcos, de acordo com a direção do Operário, alegou problemas particulares para não continuar no clube.

Na manhã de ontem, cinco dos 24 jogadores do plantel alvinegro coletaram material para exames laboratoriais de hemograma, glicose, creatina, Ck LDH, ácido úrico, parcial de urina e parasitológico. Em seguida, esses mesmo cinco jogadores fizeram os testes de bioimpedância, exame que permite avaliar a composição corporal dos atletas.

Segundo o professor Edson, a partir dos resultados dessa avaliação física e de saúde será feita toda a programação da equipe desse segundo semestre, para que cada atleta receba a carga de treinamento apropriada à sua condição física. “Com isso, deverão ser evitadas as contusões por sobrecarga de trabalho físico e treinamentos”, cometa o professor, destacando a oportunidade dos acadêmicos desenvolverem um trabalho cujos resultados poderão ser conferidos imediatamente, no desempenho do time no campeonato. “Esta é uma experiência que poucos terão na sua vida acadêmica”, completa.

Fonte: Diário dos Campos - Jeferson Augusto


Por Alexandre Costa e Emmanuel Fornazari, Net Esporte Clube, em 14/06/2011

O então auxiliar de preparador físico, Vinicius Andrade, assume o cargo deixado por Antonio Marcos Santos Ferreira. Antônio Marcos pediu desligamento do clube por motivos pessoais e Vinicius já trabalha no dia de hoje na primeira avaliação dos atletas que irão disputar a Série D do Campeonato Brasileiro.

As atividades começaram às 8h no Campus de Uvaranas da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Foi o próprio Antônio Marcos quem articulou a parceria.

"Agradecemos ao trabalho desenvolvido pelo Antonio. E acreditamos que o Vinícius tem condições de fazer um trabalho tanto bom quanto", afirma Jairo Freitas, sócio da Premier Soccer, gestora do Operário.


Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense, em 11/06/2011

Com 25 jogadores já certos para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro, o elenco do Operário tem boa parte de seus jogadores já ambientados ao clube ponta-grossense. Do grupo já confirmado para o segundo semestre, nove vieram de outros clubes, enquanto os demais, ou integraram o elenco no primeiro semestre, ou vieram do time sub-20 de Vila Oficinas.

Filipe, Bruno Silva, Felipe, Tadeu, João Paulo, André, Patrick, Correia, Edson Grilo, Serginho Paulista, Zé Leandro, Ceará, Dhiego Martins, Ícaro, Mateus e Vinícius Pará formam o grupo de atletas que já se encontravam em Vila Oficinas no primeiros seis meses do ano. Destes, apenas quatro não foram relacionados ao longo da campanha do Paranaense. Mesmo Vinícius Pará, um dos três que "subiram" da equipe sub-20, chegou a ser relacionado para alguns jogos do Estadual (a Final do Interior, inclusive, quando esteve no banco de reservas). O caso de Bruno Silva é singular, já que o lateral-direito pertencia ao elenco profissional alvinegro mas não foi aproveitado por conta de sua documentação, regularizada somente agora.

A maioria já presente em Vila Oficinas pode ser uma barreira até mesmo para aqueles que já estavam no clube. Egressos do time sub-20, Patrick, Correia e Vinícius Pará se tiverem oportunidade na equipe terão de superar fortes concorrentes. Os dois primeiros, volantes, têm como colegas de setor além de Serginho Paulista e Grilo, titulares e destaque no Estadual, também Zé Leandro (atuante em boa parte do Paranaense), e o recém-chegado Cícero. Já Vinícius Pará sobe ao time principal com a responsabilidade de ter sido o grande destaque do sub-20 alvinegro, mas terá a "concorrência" de Ícaro e Mateus, titulares em boa parte do Paranaense, além de Dhiego Martins e o reforço Luciano, que chega após boa campanha com a camisa do Arapongas. “O objetivo era subir para o time principal. Agora que consegui é trabalhar forte e procurar uma brecha, o grupo é forte, tem bons jogadores, mas já participei de alguns jogos e treinei com o profissional. Tem que que trabalhar”, resume o atacante.

As contratações, praticamente fechadas, foram: Fabrício (ex-Rio Branco), George (ex-Arapongas); Fabiano (ex-Bangu) Vitor Ramires (Marcílio Dias), Nelinho (ex-Red Bull-SP, e não Arapongas, conforme notificado ontem), Cícero (ex-Corinthians-PR); Bruno Ferreira (ex-Fluminense) e Luciano (ex-Arapongas).

Fonte: Diário dos Campos - Jeferson Augusto

Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense

O Operário apresentou ontem mais quatro reforços para a Série D do Campeonato Brasileiro. O atacante Luciano (ex-Arapongas), o meia-armador Cícero (ex-Corinthians Paranaense), o goleiro Fabrício (ex-Rio Branco) e o zagueiro Nelinho (ex-Arapongas, Paraná Clube e Iraty) são os novos atletas do Fantasma. Também foram promovidos do time sub-20 para o profissional do Fantasma o volante Correia, o atacante Vinicius e volante e lateral-esquerdo Patrick. Os novos contratados se juntam ao restante do elenco na próxima semana, quando começa a pré-temporada da equipe.

Segundo o treinador Amilton Oliveira, a primeira semana da preparação da equipe deverá ocorrer no Laboratório de Avaliação Física, Saúde e Esporte (Lafise) do curso de Educação Física, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). “Os testes físicos terão iniciam na terça-feira e posteriormente iniciam as atividades no campo”, informa o treinador. Outro reforço já confirmado para o alvinegro de Vila Oficinas é o lateral-esquerdo Fabiano, que estava no Bangu, do Rio de Janeiro.

Fonte: Diego Antonelli – JM News

Testes irão diagnosticar a forma física dos jogadores do Operário que disputam a Série D do Brasileiro

Assessoria de Imprensa, Net Esporte Clube

O Laboratório de Avaliação Física, Saúde e Esporte (Lafise) do curso de Educação Física, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), inicia os testes de avaliação física dos atletas do Operário Ferroviário Esporte Clube, na próxima terça-feira, no Campus Universitário de Uvaranas. A parceria entre a universidade e o clube ponta-grossense foi definida em recente visita do presidente alvinegro, Carlos Roberto Iurk, ao reitor João Carlos Gomes, visando à preparação da equipe ponta-grossense para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. O Fantasma de Vila Oficinas estréia na competição em 17 de julho, longe de casa, contra o Mirassol (SP).

Os testes que vão diagnosticar a forma física dos jogadores do Operário vão ser comandados pelo professor Edson Itary Kaminagakura, com a participação de acadêmicos do curso de Educação Física. Os detalhes da programação foram definidos em conjunto como preparador físico do clube, Antônio Marcos. A apresentação do time para a disputa do brasileiro está programada para a próxima segunda-feira, 13. No dia seguinte, os atletas já estarão no Campus de Uvaranas, para uma bateria de exames, das 8 às 9 horas, atividade que será repetida nos dias 15, 16,17, 20 e 21, com cinco jogadores a cada dia.

Para a terça-feira (14), após os exames laboratoriais, os jogadores farão testes de ‘bioimpedância’, exame que permite media a composição corporal dos atletas, medindo percentuais de gordura, massa magra e água corporal. Em seguida passarão por avaliações antropométricas, que avalia as medidas físicas do atleta. Na quarta-feira (15), os jogadores farão exame de eletrocardiograma e testes para medição da capacidade anaeróbica (RAST). Na sexta-feira, realizam testes de força muscular e testes de capacidade aeróbica (LEGER).

Nos exames de bioimpedância e antropometria, segundo o Edson, serão medias as dobras cutâneas (triciptal, subescapular, supraeliaca, perna medial, peitoral, abdominal e coxa medial), diâmetros ósseos (biepicondilar úmero e biepicondilr fêmur) e perímetros (braços e perna medial). Através dos exames bioquímicos, serão levantados os índices de hemograma, glicose, creatinina, Ck LDH, ácido úrico, parcial de urina, parasitológico de fezes.

O professor Edson Itaru Kaminagakura vê na parceria com o Operário a oportunidade de desenvolver novos estudos sobre o condicionamento físico de atletas de alto rendimento, além de abrir campo de estágio para os acadêmicos de Educação Física, que deverão acompanhar a rotina de preparação do time. “Recentemente realizamos um trabalho em parceria com o Exército, na avaliação e preparação de atletas para a Corrida do Facho, com significativa melhora no desempenho dos corredores”, disse. Conforme o pesquisador, estes estudos com jogadores do Operário deverão, inclusive, ser publicados e apresentados em eventos da área de Educação Física.

Alexandre Costa e Emmanuel Fornazari, Net Esporte Clube

O grupo gestor apresentou mais quatro nomes para o plantel da Série D. O goleiro Fabrício vem do Rio Branco de Paranaguá para disputar a posição com o jovem Felipe, goleiro reserva do Operário enquanto Ivan estava no clube. "Sei da responsabilidade em substituir o Ivan, mas estou no Operário para mostrar meu valor".

A defesa tem agora a experiência de Nelinho. O zagueiro é conhecido do torcedor paranaense por ter jogado quatro anos no Iraty. "Sou um jogador rápido, com uma boa técnica. Tenho o passe com um dos diferenciais".

Já para o meio de campo, o Operário vai contar com Cícero, ex-Corinthians-PR. O jogador atua como segundo volante, mas pode jogar um pouco mais adiantado, chegando no ataque. "Jogo pelos dois lados do campo. Tenho boa marcação e facilidade de chegar ao ataque".

E por falar no setor ofensivo, o ex-atacante do Arapongas, Luciano, também foi apresentado. Ele já havia acertado semanas atrás, mas foi hoje que vestiu a camisa do Operário pela primeira vez. "Gosto destas cores. Sou de Minas Gerais e torço para o Atlético Mineiro. Acho que caíram bem em mim. Espero ter sucesso".


Atletas vem para fortalecer grupo que busca ascensão para a Série C do Brasileiro

Por Emmanuel Fornazari, Net Esporte Clube

A coletiva de imprensa também serviu para que grupo gestor apresentasse mais três reforços para o Operário. Para a zaga, o Fantasma vai contar com Vitor, ex-Marcílio Dias.

"Tive proposta do Figuerense, mas preferi vir para o Operário por conta do projeto e porque tenho certeza que terei melhores chances de mostrar meu futebol.

Já para o meio de campo, o Fantasma vai ter o carioca Ferreira, ex-Fluminense. "Tenho experiência da pressão da torcida e sei que aqui são tão apaixonados quanto no Rio de Janeiro. Venho para colaborar nesta luta por uma vaga na Série C".

Por fim, um dos setores que menos agradou no Paranaense tem um novo nome. O lateral esquerdo, George, ex-Arapongas, vem para assumir a posição, após um bom estadual. "Estou preparado. Já joguei em grandes equipes. Quero mostrar minhas qualidades e ajudar a equipe". George também é conhecido por marcar o gol que rebaixou o Paraná no certame deste ano.


Por Geraldo Bubniak, Futebol Paranaense

A semana do Operário começou com contratações, dando sequência à formação do elenco que irá disputar a Série D do Campeonato Brasileiro no segundo semestre.

Após o atacante Luciano, ex-Arapongas, ter sido confirmado na semana passada, o clube alvinegro divulgou a contratação do volante Eron, que estava no América, de São José do Rio Preto, São Paulo. O volante chega como alternativa para o setor que já tem confirmado para o segundo semestre Edson Grilo, Serginho Paulista, Zé Leandro e Ceará, mas que do elenco do Campeonato Paranaense não terá Cambará – transferido para o Paraná Clube – e Serginho Catarinense, que acertou sua ida ao Grêmio Metropolitano, de Maringá.

Outra novidade em Vila Oficinas é a chegada de Paulo Balancin, que já atuou no clube em anos anteriores, e que deve assumir um cargo no clube, semelhante ao que Admilson Oliveira da Silva, o Tico, exercia anteriormente (Tico deixou o clube em março deste ano, após três anos atuando junto ao Grupo Gestor, e está à frente do Grêmio Metropolitano).

A expectativa é de que Amilton Oliveira e o restante da comissão técnica inicie as atividades esta semana, e na próxima já comecem a ser feitos os primeiro trabalhos da pré-temporada. A Série D do Campeonato Brasileiro começa no dia 17 de julho, e o Operário estreia fora de casa, diante o Mirassol.

Fonte: Jeferson Augusto – Diário dos Campos

Por Emmanuel Fornazari, Net Esporte Clube

O segundo reforço do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) para a disputa da Série D do Brasileiro vem do Rio de Janeiro. O volante, Eron, foi emprestado pelo Bangu até o fim da temporada.

O jovem jogador tem 19 anos e se profissionalizou no passado. No entanto, ainda não disputou nenhum partida oficial. Eron é visto com um atleta de grande futuro pelo Bangu que tem a oportunidade de disputar uma competição de nível superior ao da copa Rio, que a equipe carioca vai participar no segundo semestre.

Além de Eron, o Operário já acertou a contratação do atacante Luciano, ex-Arapongas.

Gestor avalia como positiva sua passagem pelo Operário e diz que sua saída foi de comum acordo com diretoria e cariocas

Por Emmanuel Fornazari, Net Esporte Clube

Até então o ex-gestor do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC), Dorli Michels, tinha apenas se posicionado através de um carta de despedida. Por ela, o empresário da Pinheiro Esporte Clube Ltda. explicou sua saída do Fantasma de Vila Oficinas.

"Tal medida se fez necessária por problemas de ordem pessoal e ligadas também à parte profissional, sendo que partiu única e exclusivamente por minha iniciativa, não havendo qualquer motivo externo ou especulação que pudesse ter levado a esta tomada de decisão", diz a carta.

No entanto, Dorli Michels esteve no Germano Kruger na manhã desta quarta-feira. Em conversa rápida, o ex-gestor confirmou que a falta de poder de investimento também foi um dos motivos para sua saída.

"Foi uma mescla dos dois. (problemas pessoais e aporte financeiro) . O grupo do Rio tem um projeto de ambição com um investimento que eu não poderia acompanhar".

Dorli conta que a proposta de desligamento foi iniciativa própria e a negociação de comum acordo. "Conversei com a diretoria e o pessoal do Rio, foi algo saudável. Não tivemos problemas". Além disso, o empresário mostrou confiança no novo trabalho que começa no Operário. "Eles (cariocas) têm um bom projeto e estão animados".

Em pouco mais de três anos como gestor do Fantasma, Dorli Michels participou da campanha do Acesso PR 2008, Acesso PR 2009 - com a promoção para a elite do Paranaense, 1º Divisão PR 2010 - com 5º lugar, Série D 2010 - 6º lugar e 1º Divisão PR 2011 - com 3º lugar e classificação para Série D e Copa do Brasil.

Por contas destes resultados, o ex-gestor avalia como positiva sua passagem por Vila Oficinas. "Conseguimos uma evolução. Claro que pecamos em algo, falhamos em algumas contratações, mas o saldo é positivo. Fico satisfeito".

Dorli Michels não pretende assumir a gerência de outro clube de Futebol. Por enquanto, vai dar prosseguimento às atividades de sua empresa.


Segundo o jogador, proposta do Grêmio Metropolitano poderia encurtar ida para a Europa

Por Emmanuel Fornazari, Net Esporte Clube

O Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) ofereceu um contrato de renovação para o zagueiro Alisson. No entanto, o jogador está inclinado a aceitar uma proposta do Grêmio Metropolitano de Maringá, que já levou o zagueiro Vinícius - primo de Alisson - e o volante Serginho Catarinense.

"Se fosse pelo coração, eu ficaria em Ponta Grossa, no Operário. Porém, a proposta do Grêmio Metropolitano será mais vantajosa para o meu futuro".

O zagueiro Alisson agracede a oportunidade dada pelo Operário no Paranaense 2011 e considera a equipe "não apenas como um local de trabalho, mas como uma paixão".

Porém, o interesse do Grêmio se mostra muito tentador. "O campeonato já começou, estou parado e eles continuam com o interesse. Isto mostra que querem mesmo meu futebol".

Além disso, o zagueiro aponta outro motivo, o principal, para, possivelmente, trocar Ponta Grossa por Maringá. "Com o projeto deles poderei encurtar minha ida para a Europa. Todo jogador jovem sonha em atuar no futebol europeu".

Alisson ainda completa dizendo que em Ponta Grossa tem familiares, namorada e a possibilidade de disputar a Série D como atrativos. Entretanto, precisa pensar no futuro, e por isso, caminha para a aceitar a proposta do Grêmio Metropolitano.

O zagueiro ainda não assinou contrato. O supervisor técnico do OFEC, Jair Pereira, disse que é possível uma renegociação da proposta feita a Alisson. "Estamos dispostos a conversar. É um jogador que interessa".