link href='data:image/x-icon;base64 Blog do Fantasma - Notícias: Operário arranca empate no último minuto


Por Tarek Omar, Redação em Campo

A partida entre Operário e Iraty, que no primeiro turno era para disputar as primeiras posições do interior e disputar o título, desta vez aconteceu em situações opostas. O Iraty, que fez um péssimo segundo turno, chegou a penúltima rodada do Campeonato Paranaense 2011 com apenas 23 pontos e sérios riscos de rebaixamento, já o Fantasma, visitou o Emílio Gomes como líder do interior e com vaga praticamente assegurada para a final. Após vencer até os 49 minutos do segundo tempo, o Iraty levou um gol no último minuto e uma confusão generalizada aconteceu no segundo tempo.

Placar fechado no primeiro tempo
A etapa inicial no Estádio Emílio Gomes começou com poucas emoções. Nos minutos iniciais, tanto o Iraty, como o Operário apenas estudavam seus adversários. Porém, apesar do fraco início do jogo, era o Fantasma quem tinha mais a posse de bola, mas pouco assustava o gol de Renato.

Entretanto, com o passar do tempo o Iraty foi crescendo na partida e chegando com perigo a meta do Operário. Aos 9 minutos o time da casa teve uma grande chance na falta cobrada por Aírton, mas Ivan efetuou boa defesa. Três minutos depois, o mesmo Aírton cruzou para área, a zaga tirou e no chute de Arthur no rebote, Ivan fez outra boa defesa.

Aos 15 minutos, o Fantasma deu a resposta. O ex-Iraty, Matheus, cabeceou com perigo, mas Renato fez uma boa defesa. Em seguida, a equipe da casa armou um ótimo contra-ataque e só foi parada com falta. Na cobrança de Eydisson, Ivan fez outra grande defesa, e no seguimento do lance, o time do Iraty reclamou de um pênalti não marcado pelo árbitro.

Precisando vencer para se livrar do rebaixamento nesta rodada, o Iraty pressionava o Operário, e aos 22 minutos Arthur perdeu a melhor oportunidade do primeiro tempo para abrir o placar. Em uma boa jogada individual, ele tocou na saída do goleiro, mas a bola foi caprichosamente para fora, passando muito perto do gol adversário.

Após o pressionar o adversário na primeira metade de jogo, o Iraty diminuiu o ritmo. Apesar de criar algumas oportunidades, a equipe da casa pecava na hora de finalizar, e o Operário, que se segurava bem em mais uma tarde inspirada do goleiro Ivan, assustava a equipe da casa em contra-ataques bem armados. Contudo, apesar de as duas equipes buscarem o gol, a etapa final terminou com o placar ainda fechado em 0 a 0.

Empate no último minuto e confusão no final da partida
A exemplo do que aconteceu no primeiro tempo, a etapa final começou sem brilho no Estádio Emílio Gomes, em Irati. Porém, quem mantinha a posse de bola e colocava o Iraty na roda era a equipe visitante, que apesar de não chegar com perigo ao gol adversário, não dava chances para os donos da casa assumirem o controle do jogo.

A melhor chance do Fantasma aconteceu aos 10 minutos. Matheus fez boa tabela com Ícaro, mas na hora de finalizar, Silvio deu um desarme providencial. E foi o mesmo Silvio, que quatro minutos mais tarde abriu o placar para o Iraty. Após um bom cruzamento de Eydisson, Silvio dominou bem dentro da área e girou para bater no canto do goleiro Ivan, que apenas olhou a bola entrar.

Após o gol, o atacante Matheus do Operário tentou acertar um pontapé no jogador adversário e levou cartão amarelo. Os jogadores do Iraty reclamaram muito, mas de nada adiantou. Após o lance, o Operário voltou a dominar a partida e apertar o Iraty em seu campo defensivo, mas a zaga do azulão permanecia bem fechada, não deixando Fantasma assustar o goleiro Renato.

Atrás no placar, o Fantasma tomou conta do jogo e aos 37 minutos teve uma grande chance de empatar a partida. Ícaro recebeu bom lançamento e deu um toque sutil, para grande defesa de Renato. Aos 45, Osmar, cara a cara com o goleiro, perde a chance. Renato faz outra grande defesa.

No entanto, as emoções da partida estavam reservada para os minutos finais do jogo. O juiz Rafael Traci deu quatro minutos de acréscimos, mas como os gandulas do Iraty estavam segurando a bola, ele assinalou mais um minuto, e foi aos 49:30 do segundo tempo que Lisa cruzou na cabeça de Ícaro, que jogou no fundo das redes. Após o gol, Almeida peitou o árbitro e levou cartão vermelho.

Depois do apito final, toda a comissão técnica e jogadores do Iraty partiram para cima da arbitragem, e começou uma confusão generalizada dentro de campo. A polícia se envolveu para conter a briga e jogadores do Iraty reclamaram muito de abusos de autoridade da PM. Jean Francisco, médico do Azulão, revoltado, fez fortes críticas ao policiamento, assim como toda a comissão técnica do Iraty.

Mesmo levando o empate no último minuto, o Iraty escapou do rebaixamento. Com o empate entre Paraná Clube e Arapongas por 2×2, foi o tricolor que jogará a divisão de Acesso do Paranaense 2012.

FICHA TÉCNICA
IRATY 1X1 OPERÁRIO

Iraty: Renato; Aírton, Rogério, Renê e Eydison (Almeida); Silvio, Bidía, Bruno e Neto (William); Gilson e Arthur.
Técnico: Enéas Camargo.

Operário: Ivan; Lisa, Vinícius, João Paulo (André), Rodolfo; Zé Leandro, Serginho Catarinense, Serginho Paulista (Osmar) e Juninho (Grilo); Mateus e Ícaro.
Técnico: Amilton Oliveira.

Local: Estádio Coronel Emílio Gomes, em Irati.
Data/Horário: 23/04/2011, às 15h30.
Árbitro: Rafael Traci.
Assistentes: Adair Carlos Mondini e Rafael Trombeta.

Público/Renda: pagante 963/ total 1.019/ R$ 11.700.
Cartões amarelos: Serginho Catarinense, Ivan, Matheus, Lisa do Operário. Arthur, Renê e Renato, do Iraty.
Cartão vermelho: Almeida, do Iraty.
Gols: Silvio aos 14 minutos, para o Iraty e Ícaro, aos 49 minutos para o Operário.

1 Response so far.

  1. a grande culpa da confusão foi da polícia, como sempre a truculência dos PMs que chagaram batendo, inclusive nos dirigentes do Iraty, estragou o espetáculo. A segurança nos estádios é ridícula!!!
    irenoluiz