link href='data:image/x-icon;base64 Blog do Fantasma - Notícias: Adiamento do jogo


Image Hosted by ImageShack.us


Tudo perfeito no Operário Ferroviário

Que bom se pudéssemos desassociar o time de futebol do Clube Operário Ferroviário, colocando o time como um símbolo maior, intocável. Mas por detrás da imagem do nosso símbolo alvinegro, o Fantasma, em toda a sua história, os operarianos tiveram de verificar pequenos grupos o administrando e que infelizmente, nunca levaram o time da nossa cidade a ser tão grandioso quanto o amor que todos os seus torcedores lhe dedicaram, geração após geração. Quando algum torcedor faz críticas ao clube, podem ter certeza que esta pessoa está vendo o que outros não estão, e se estes outros também veem, não estão dispostos a levantar a questão. Ao contrário disto, sempre aparece alguém para rebater as críticas feitas e tentar colocar panos quentes na situação. Qualquer torcedor que tenha acompanhado as notícias do ano de 2009, lembra que esta diretoria que aí está, juntamente com o grupo gestor, prometeram uma reforma completa no Germano Krüger, falando de aumento nas arquibancadas, troca de gramado, banheiros, enfim, “pintaram o pavão”, e o torcedor viu a possibilidade de ver o amor que dedica ao time ser honrado. Mas o que foi obrigado a presenciar foi que não foram capazes de sequer dar uma d’mão de tinta nos lugares onde a grande maioria senta. Nem banheiros em número satisfatório fizeram, são dois bem simplórios para uma média de 4 ou 5 mil torcedores, considerando aqui o único banheiro feminino das gerais. Então o que se é obrigado a presenciar é lastimável.

De uma cidade de 400 mil habitantes, apenas 8 mil vão ao estádio, e é bastante óbvio o motivo, mesmo pagando, financiando o time, não se recebe em troca um mínimo de conforto. Esta chuva de quarta-feira comprovou o que todos já previam, que o gramado e a drenagem do estádio são deficitários. Simplesmente se pegou uma empresa de jardinagem para colocar o gramado de um time de futebol profissional e todos puderam verificar que a drenagem é de péssima qualidade e não suportou a chuva, causando a interrupção e adiamento da partida. Porém, o mais estranho ainda estou por dizer. No jogo contra o Serrano, quando passei pela catraca, o funcionário que alí estava não me forneceu o canhoto do ingresso. Perguntei como ficaria se ocorresse algum problema, e ele me disse apenas que hoje eles não forneciam mais o canhoto. E neste último fiquei pasmo quando ouvi nas rádios, alguns torcedores dizendo possuí-lo. Então como pode ser isso ? Alguns torcedores recebem o canhoto e outros não ? Será que alguém vai nos responder do porque isto está acontecendo nas bilheterias do Germano Krüger ? Ou será que mais uma vez “o torcedor do time” vai ser o palhaço, o otário, e ter de pagar novamente para assistir ao jogo na nova data ? E os torcedores que receberam o canhoto, mas que o perderam, ou que o molharam na chuva, também vão ter de pagar novamente ? Talvez aqueles que se dizem “verdadeiros torcedores” do “clube”, fechem mais uma vez os olhos para estas questões, pois lhes convém, e os “verdadeiros torcedores que torcem pelo “time” sejam obrigados a assistir a mais esta situação estranha por temerem o fim deste grande amor que é o “time” Operário Ferroviário, mas nem todos.

Podem vir me criticando, dizendo que eu não sou um torcedor de verdade, não estou nem aí, a democracia permite expressar livremente a minha opinião, mas uma única vez que seja, enquanto torcedor, eu gostaria de ter satisfações reais que me façam ter certeza de que não estão ocorrendo coisas estranhas com o Operário Ferroviário novamente, a exemplo de décadas passadas, onde acabaram por prejudicar a cidade, aos “verdadeiros torcedores” e ao “time” de futebol Operário Ferroviário.

Image Hosted by ImageShack.us


Mais um caso...
...então obviamente devem ter mais. Isso é um caso de polícia e tem de ser investigado. Os torcedores que pagam para assistir o seu time do coração, estão sendo lesados e só podemos contar com a imprensa séria de nossa cidade e esperar que ela divulgue esta situação dos canhotos não entregues pelos porteiros do Germano Krüger. O outro torcedor respondeu no JM News e citou que não quis criar caso e foi o mesmo que aconteceu comigo, mesmo porque nos portões sempre ficam vários seguranças e a intimidação acaba acontecendo e os torcedores ficam sem ter como reagir. O cidadão precisa ser informado sobre isso e pedimos que a imprensa que ajude a esclarecer esta situação.

Por Marcos Borkowski



Image Hosted by ImageShack.us



Árbitro suspende jogo devido à chuva


Drenagem no Germano Kruger não existe e gramado não deu conta do volume de chuva que caia na hora do jogo


Por Emmanuel Fornazari, NET Esporte Clube

Após jogados 31 minutos do primeiro tempo, o árbitro Antônio Denival de Morais teve de interromper a partida entre Operário e Cascavel. O placar marcava um a um, mas o gramado do Germano Kruger não deu conta do volume de água que caía.

Em menos de 20 minutos, o campo já possuía inúmeras poças d'água. Os jogadores se desdobravam para tocar a bola e armar as jogadas. Assim, o árbitro se viu obrigado a paralisar a partida.

Após 30 minutos de interrupção, o juiz voltou para analisar o gramado. Ele poderia esperar mais 30 minutos para dar uma decisão final. Mas isso, se fosse entendido que a água baixaria e o campo tivesse condições de jogo.

"Não posso dar prosseguimento desse jogo. Se existisse a possibilidade de o gramado secar, eu poderia esperar mais 30 minutos. Porém, não vejo condições de continuar o jogo", confirmou o árbitro, Antônio Denival de Morais.

Agora cabe a Federação Paranaense de Futebol escolher a nova data para realização do jogo. O mais provável é que a partida aconteça na quarta-feira da semana que vem. Um dos motivos é o Cascavel não aceitar jogar nesta quinta-feira, porque teria pouco tempo para se recuperar fisicamente para o seu segundo jogo do octagonal neste sábado.

Entretanto, a equipe também tem ressalvas para jogar no meio da semana que vem. isso porque teria não teria tempo hábil para voltar para Cascavel e preparar a equipe.

Na partida remarcada, o jogo vai recomeçar de onde foi paralisado, ou seja, aos 31 minutos do primeiro tempo. Manteria-se também o mesmo placar e as advertências aplicadas aos jogadores. Com isso, Ceára e Baiano do Operário e Tininho do Cascavel continuariam com os cartões amarelos para o resto da partida.

Vale avisar que os torcedores que compraram ingresso para esse jogo poderão entrar na partida remarcarda sem precisar comprar outro bilhete. Para isso, devem guardar os canhotos e apresentar na bilheteria no dia em que a partida for agendada.


0 Responses so far.