link href='data:image/x-icon;base64 Blog do Fantasma - Notícias
Postado por Elisete XNS sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010 às 12:15


Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us



Complemento da rodada joga Operário na zona do rebaixamento

Cascavel e Toledo vencem e deixam Fantasma entre os 4 últimos no Paranaense 2010

Por Vitor Hugo Gonçalves

A luz de alerta acendeu pra valer nesta quinta-feira em Vila Oficinas. As vitórias de Cascavel e Toledo jogaram o Operário para a 11ª posição, a primeira da zona do rebaixamento.

O Cascavel venceu o Engenheiro Beltrão por 4 a 2 no estádio João Cavalcanti Menezes em Engenheiro Beltrão e subiu na tabela, assim como o Toledo que também venceu fora de casa. Jogando em Rolândia, a equipe do oeste venceu por 2 a 0 o Nacional.

Agora o jogo contra o Engenheiro Beltrão, no domingo às 16h50 no estádio Germano Kruger ganha ainda mais importância.

Fonte: NET Esporte Clube


STJD nega pedido do Arapongas e mantém Operário

Auditores decidem, por unanimidade, que recurso movido pelo Arapongas não tem valor jurídico. Com isso, nenhuma alteração no Paranaense 2010


Image Hosted by ImageShack.us

O Operário foi defendido pelo advogado Domingos Moro


Por Vitor Hugo Gonçalves

Chegou ao fim a novela envolvendo o processo movido pelo Arapongas no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Na sessão desta tarde, todos os auditores votaram por negar o provimento do recurso da equipe do norte do estado. Com isso, o Operário não perde seu lugar na primeira divisão e segue na disputa.

O Arapongas pleiteava uma vaga no Paranaense 2010 alegando problemas no último jogo da Divisão de Acesso 2009, quando a AFA/Foz escalou 7 jogadores irregulares contra a equipe da cidade dos passáros.

Os auditores entenderam que a equipe de Foz do Iguaçu já havia sido punida pelo uso dos atletas sem condições e que não havia sentido em dar uma vaga ao Arapongas.

Informações NET Esporte Clube




Definida arbitragem da 7º rodada do Paranaense de Futebol


Por Emmanuel Fornazari

Para apitar o jogo Operário e Engenheiro Beltrão, neste domingo no Germano Kruger, a Federação Paranaense sorteou o árbitro Emerson da Silva. Como assistentes foram escolhidos Márcio Lopes Guerra e Alexandre Cavalcanti de Souza. O quarto árbitro é Anderson Scatola, que ano passado veio apitar em Ponta Grossa jogos da divisão de acesso.

A partida está programada para 16h50. O Net Lance a Lance acompanha minuto a minuto a tentativa de reabilitação do Fantasma na competição a partir das 16h.


Confira a escala dos demais jogos da rodada:


Sábado

CORITIBA FC X IRATY SC
Local: Estádio Fernando Chaburb Farah - Paranaguá
Horário: 20h30
Árbitro: Antônio Denival de Morais
4º Árbitro: Marcos Daniel de Camargo
Assistente 1: Marcos Rogério da Silva
Assistente 2: César da Silva Nogueira


Domingo

PARANÁ CLUBE X CA PARANAENSE
Local: Estádio Durival Britto e Silva - Curitiba
Horário: 16h50
Árbitro: Adriano Milczvski
4º Árbitro: Antônio Valdir dos Santos
Assistente 1: Francisco Aurélio do Prado
Assistente 2: Ricardo Vilar Neves


TOLEDO COL WORK X AC PARANAVAÍ
Local: Estádio Mun. 14 de Dezembro - Toledo
Horário: 16h50
Árbitro: Maurício Batista dos Santos
4º Árbitro: Paulo Roberto Alves Jr
Assistente 1: Fábio Gazarini Silva
Assistente 2: João Marcelo de Souza


SERRANO CENTRO SUL EC X NACIONAL AC
Local: Estádio Mun Newton Agibert - Prudentópolis
Horário: 16h40
Árbitro: Ricardo de Lima Legnani
4º Árbitro: Elton Mello Nobre
Assistente 1: Arquimedes Restelato da Silva
Assistente 2: Marcelo Pavan


CASCAVEL CR X SC CORINTHIANS PR
Local: Estádio Olímpico de Cascavel - Cascavel
Horário: 16h50
Árbitro: Sandro Schmidt
4º Árbitro: Renato Karas
Assistente 1: Wesley Gomes da Silva
Assistente 2: Celso Galvan


RIO BRANCO SC X CIANORTE FC
Local:Estádio Fernando Chaburb Farah - Paranaguá
Horário: 16h 50
Árbitro: Cláudio Luiz Pacheco
4º Árbitro: Cristiano Antônio Teixeira
Assistente 1: Daniel Cotrim de Carvalho
Assistente 2: Renata Paula Guimarães

Fonte: NET Esporte Clube




Operário vê impasse com atacante e ‘última chance’


Negociação com Clênio está parada, e Operário, terá de vencer Engenheiro Beltrão, último colocado, no domingo para fugir da zona de rebaixamento

Image Hosted by ImageShack.us


Por Jeferson Augusto – Diário dos Campos

A derrota para o Coritiba, na quarta feira, por 1 a 0, no Germano Krüger, foi apenas mais um item que somou-se à lista de problemas do técnico Norberto Lemos. O treinador terá, em um curto espaço de tempo, de chegar a uma escalação ideal, aliado a falta de jogadores, além de ter de conviver com a pressão de comandar um time próximo da zona de rebaixamento e sem vencer há quase vinte dias.

Imediatamente após o quarto revés consecutivo no Paranaense, Norberto Lemos teve uma rápida reunião com a diretoria do clube alvinegro, que bancou a permanência do técnico em Vila Oficinas, pelo menos por enquanto. Na entrevista coletiva o próprio Lemos admitiu que se a vitória não vier na próxima rodada sua situação no time pontagrossense se torna praticamente insustentável.

Para partida diante do Engenheiro Beltrão, até agora pior equipe da competição, o treinador mais uma vez terá problemas no ataque. Baiano, principal nome ofensivo do time no primeiro tempo da derrota para o Coritiba (que em determinados momentos chegou muito próximo de abrir o placar), voltou a sentir a lesão no tornozelo que o afastou durante três rodadas, e deve ficar fora por um longo período.

Para piorar, a vinda do atacante Clênio, tida como solução para a inoperância do setor ofensivo do clube, está emperrada. O Paraná Clube não aceita ceder o atleta, e a vinda do jogador que defendeu o alvinegro no ano passado para Vila Oficinas ainda é incerta. A diretoria não descarta a contratação do centroavante, mas a equipe de Vila Capanema segue irredutível.

Sem poder contar com Clênio, as opções para o ataque se limita a Dyego Souza e Douglas. A esperança é que o meia-atacante Marcelo Matos, ou Marcelinho, como também é chamado, tenha sua situação regularizada até o fim de semana. No fim da tarde de ontem, o Boletim Informativo Diário (BID) da CBF ainda não registrava a transferência do jogador para o time de Ponta Grossa.

Julgamento

Na tarde de ontem o Pleno do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) analisou o pedido do Arapongas que pleiteava a vaga na Série A do Campeonato Paranaense. O time do norte alegava que havia sido prejudicado na última rodada da Divisão de Acesso do ano passado, quando o AFA/Foz, adversário do Arapongas, escalou um time repleto de jogadores irregulares.

O Arapongas pedia a eliminação do AFA/Foz do torneio, e caso isto ocorresse, a tabela de classificação final seria alterada, com o time do norte tomando a vaga do Operário. Porém por unanimidade, o STJD rejeitou o pedido do Arapongas, e com isso, mantendo a vaga do time ponta-grossense na primeira divisão.